Piloto dorme durante voo internacional e veja o que aconteceu

O voo AZ609 teria ficado cerca de pelo menos 10 minutos sem nenhum piloto consciente abordo

Um piloto de avião foi demitido da companhia aérea Ita Airways por dormir em pleno voo, deixando a aeronave ultrapassar aeroportos de desembarque, na Itália. O outro piloto do voo, que vinha de Nova York com destino a Roma, estava na sua hora de descanso programada.

O caso aconteceu no dia 30 de abril e veio à público no último sábado, em reportagem do jornal italiano La Reppublica. A aeronave era um modelo Airbus A330-200.

O voo AZ609 teria ficado cerca de pelo menos 10 minutos sem nenhum piloto consciente abordo. Foi esse o tempo que o controle de tráfego aéreo demorou para fazer contato com a dupla na cabine.

A falta de contato aconteceu quando a aeronave sobrevoava território francês. A falta de contato com os pilotos fez soar um alerta de possível ataque terrorista, e as autoridades francesas alertaram aos italianos da possibilidade do avião ter sido sequestrado.

De acordo com jornal britânico The Independent, dados mostram que o avião não sofreu perda de altitude durante o intervalo de tempo em que ficou incomunicável.

Segundo a Ita Airways, uma investigação foi feita para averiguar o que ocorreu na cabine do avião. Como resultado dela, um piloto foi desligado da empresa por não agir de acordo com normas de segurança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *