Policial descumpre regra e ainda agride funcionária de pousada

Uma policial hospedada em uma pousada de Jericoacoara, no litoral do Ceará, agrediu uma funcionária do local no último sábado após descumprir uma regra do estabelecimento comercial.

Em um vídeo que circula nas redes sociais, a policial aparece andando pelo espaço enquanto é filmada pela funcionária. De acordo com proprietária da pousada, Antônia Maria de Sousa, a confusão começou na parte interna, quando a funcionária teria pedido para a hóspede, que apresentava sinais de embriaguez, colocar a máscara.

VEJA O VÍDEO

A mulher se identificou como inspetora da polícia civil, colocou a máscara e começou a xingar a funcionária que filmava a confusão.

A dona da pousada afirma também que a policial insistia em usar a piscina da pousada com amigos que não estavam hospedados, o que contraria as normas do estabelecimento.

Ela disse ainda que policiais foram chamados, mas teriam se recusado a atender a ocorrência por se tratar de uma policial civil. Em nota, a PM confirmou que não houve condução dos envolvidos à delegacia e que a inspetora negou ter agredido a funcionária.

“Os policiais disseram que não iam levá-la para a delegacia, e eu fui saber o porquê. Me disseram que, se quisesse, a gente que chamasse um táxi para ir até a delegacia. O policial militar me jogou no chão e me chutou dizendo que não era meu empregado. Ainda pegou meu celular e jogou dentro da viatura”, contou Antônia.

A polícia confirma o procedimento. “Não houve condução dos envolvidos à delegacia. Apenas o aparelho celular da dona da pousada foi apreendido e apresentado à autoridade policial na Delegacia Regional de Camocim”, diz a corporação, em nota. A polícia se justificou dizendo “não ter vislumbrado situação de flagrante delito”.

No vídeo, a funcionária afirma que a hóspede está embriagada e que não está respeitando os regulamentos da pousada. Neste momento, a policial se vira e agride a funcionária com um tapa, derrubando o celular da trabalhadora. A filmagem é interrompida, mas a gravação do áudio continua, e é possível ouvir a hóspede gritando e pedindo para não ser filmada.

Em nota, a Polícia Civil do Estado do Ceará informou que a Delegacia Municipal de Jijoca de Jericoacoara está investigando o caso.

USO DE MÁSCARA É OBRIGATÓRIO NO CEARÁ

Já a Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema Penitenciário (CGD) disse ter determinado a imediata apuração dos fatos na seara administrativa disciplinar.

Uma lei em vigor no estado do Ceará obriga o uso de máscara em locais públicos e privados, com multa de R$ 100 em caso de descumprimento.

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), pediu apuração imediata do caso. Em uma rede social, o governador disse que todos os policiais envolvidos em atos ilícitos devem ser processados e, quando culpados, punidos segundo a lei.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *