Deputada evangélica condena Halloween: ‘Data macabra’

A deputada estadual Mical Damasceno (PTB) fez hoje (31) críticas à comemoração do Halloween – o tradicional Dia das Bruxas – no Brasil.

Segundo ela, trata-se de uma “data macabra”.

A parlamentar mencionou a data festiva norte-americana ao citar a passagem dos 502 anos da Reforma Protestante.

“Hoje, é dia de celebrar, de confraternizar e de louvar ao nosso Deus, não pelo 31 de outubro convencional, que faz alusão a uma data macabra, sinônimo de morte, o 31 de outubro do crente é diferente, representa a vida e o renovo do poder de Deus sobre os nossos corações. Que possamos diariamente valorizar a coragem de nosso irmão em Cristo, Martinho Lutero, mas, acima de tudo, que honremos a Deus, com o nosso coração e com a nossa gratidão, todos os dias de nossa vida”, declarou.

 

Gilberto Leda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *